Seja bem vindo!

Aqui você vai poder ver, comentar, discutir, sobre vários assuntos, e é claro, de maneira saudável. Espero poder passar claramente diferentes idéias e pensamentos e que destes você possa concluir seus próprios conceitos. Boa leitura e volte sempre!

Páginas

NÃO SÃO AS RESPOSTAS QUE MOVEM O MUNDO E SIM AS PERGUNTAS!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

O Capitalismo

A que idéia podemos chegar em relação ao capitalismo?

Há muito o sistema do capital vem propagando a idéia de que o capital é uma grande melhoria para a população e que somos uma sociedade livre.
Porém, é uma grande ilusão acreditar na idéia de que é o fim da Era dos Impérios pois ao contrário disso esta é a fase potencialmente mais perigosa.

Um claro e óbvio exemplo é o poder norte-americano. E sua agressividade política está fortemente favorecida pela globalização e esta vem sendo caracterizada de forma cruel pela destruição ambiental, pela desvalorização do trabalho, pelos massacres dos povos, pela perda dos sentidos dos valores de humanidade e de vida social, impondo ao mundo uma política de destruição próxima de seu limite último.

A nossa sociedade, hoje, passa por uma séria crise estrutural do capital e uma manifestação clara de tudo isso, podemos citar como exemplo, os atos terroristas.

Gente, existe mesmo uma urgente necessidade de um movimento radical de massa contra o imperialismo do capital que acaba por ser opressor, manipulador da mente das pessoas seja por meio da propaganda, do que é "atraente", seja por meio imposição do poder de domínio dele sobre os povos. Isto, para que a humanidade possa garantir um futuro. Seu futuro. É preciso que criemos esta consciência.

Obrigada mais uma vez pela atenção.
Grande abraço a todos!

6 comentários:

  1. É..E o maior problema está na intenção que a gente não vê.Nessa força quase que oculta, que o capitalismo se tornou.

    E pior é saber que ainda tem muita gente abaixando a cabeça e babando ovo, afinal o melhor deve ser mesmo esse tal de "American way of life".
    --'

    Te amo minha amiga inteligente e sagas.;)
    hehe'
    =)
    Beijoo!
    Saudades imeeensas.

    ResponderExcluir
  2. Em momento nenhum eu fiz refência ao sistema econômica utilizado nos países do oriente. Apenas tenciono levar meu leitor a uma reflexão mais humanizada quanto às bases do capitalismo. Tensiono lembrar que num sistema que tende a induzir ao egocentrismo, ao egosísmo, é necessário buscar uma postura mais humanizada e uma consiência de valores éticos com vistas a manutenção da honra e da dignidade humana através da partilha e da solidariedade → vertentes que divergem das bases do capitalismo.


    Obs: Obrigada Bárbara, você que é e sempre foi inteligente! Saudades minha amada amiga! :)

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, o anti-comunismo histérico que ainda sobrevive nas mentes de muita gente, impede que se consiga fazer uma leitura crítica da realidade contemporânea. Na verdade, é mesmo impossível fazer qualquer defesa do capitalismo em nossos tempos que não tenha como única base a tentativa desesperada de evocar o fantasma do stalinismo da URSS que, para qualquer pessoa bem informada e intencionada, não resume o socialismo.

    Minha cara Manú, é um orgulho tê-la como aluna. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Saudações!
    Mais uma vez sua percepção acerca do desenrolar dos fatores históricos atuais é louvável.
    No entanto, quero, humildemente, acentuar dois pontos importantes que merecem ser analisados com diligência:
    1°- O socialismo, que não visa outra coisa que o comunismo, igualitário e confiscatório, é ruim em si mesmo, visto suas contradições históricas e filosóficas;
    2°- O capitalismo não é um mal fundamental, mas pode se tornar um "eventual" mal consequente de seus programas; provas disso é o grande exemplo humanista que dão países capitalistas, mormente os anglo-cristãos;
    Concordo com você quando se refere á necessidade de se criar uma consciência mais humanista do capital, que não é, por sua vez, um mal intrínseco.
    "O nosso problema não é o capital, mas a pessoa do capitalista. É um problema humano", afirma Marco Pollo Giordani.
    Acautelemo-nos contra o mal do comunismo que continua redivivo nos meios sociais, principalmente naqueles mais sugestionáveis e vulneráveis, os movimentos reivindicatórios.
    Cordialmente,

    In Xt° et Matre

    Rysclift Bruno

    ResponderExcluir
  5. Bruno, muito obrigada pela participação e pela citação. É preciso que tenhamos tato para saber lidar com o sistema de hoje, o sistema capitalista. Fazer alguma diferença nessa sociedade egoísta e egocêntrica.

    Abração!

    ResponderExcluir